erros no currículo

Conheça quais são os principais erros na elaboração do currículo

Erros no currículo estão entre os principais aspectos que dificultam a obtenção de emprego por um trabalhador. Isso porque esse documento atua como uma espécie de apresentação à empresa e ao primeiro conhecimento que ela toma em relação ao candidato à vaga.

Esses erros não se limitam àqueles relacionados à escrita e gramática, embora estes sejam um exemplo pertinente. Assim, não é incomum que trabalhadores tenham falhas em seus currículos e sequer saibam disso. 

Quer saber se o seu currículo possui algum erro que o atrapalha na busca do emprego dos sonhos? Então confira, abaixo, a lista com quais sãos os elementos que mais desvalorizam esse documento de apresentação e candidatura profissional.

erros no currículo

Erros no currículo: Garanta seu futuro profissional livrando-se deles

O currículo serve como uma forma de apresentação à empresa das virtudes, habilidades, conhecimentos e experiência profissionais que o trabalhador possui.

O conteúdo desse documento pode tanto destacar um candidato quanto descartá-lo previamente do processo seletivo, de forma que ele também é importante para que sejam nivelados os trabalhadores que se candidataram à vaga de emprego.

Dificilmente um currículo com erros gerará a chance de que o trabalhador se apresente pessoalmente à empresa e obtenha uma entrevista de emprego. Portanto, conhecer quais são os principais problemas que podem constar nele é importante para seu sucesso profissional.

Veja quais são os principais erros presentes no currículo profissional e tome as medidas necessárias para consertar aqueles que eventualmente estejam presentes no seu.

DICA EXTRA: ESTUDE NA ESTÁCIO

A Estácio tem bolsas nos cursos de graduação EAD e Presencial. Escolha seu curso e faça sua matrícula agora mesmo: https://matriculas.estacio.br

1.  Erros de gramática e ortografia

O principal e mais grave erro que pode macular um currículo profissional é a existência de erros no conteúdo apresentado. Erros de digitação, concordância e da forma de escrita de palavras são os principais deles.

Portanto, é essencial que sejam observadas a gramática e ortografia adotadas. Revise, assim, diversas vezes o documento a fim de identificar os erros no currículo. Caso necessário, peça para um amigo ou familiar auxiliar na revisão, pois a visão de um terceiro sempre é bem-vinda.

erros no currículo

2.  Cuidado com os dados pessoais

Infelizmente, não é raro que profissionais percam oportunidades laborais diante da inconsistência de dados pessoais registrados no currículo. Dentre eles estão, principalmente, aqueles relativos à possibilidade de contato com o candidato e se referem ao número de telefone, endereço e e-mail.

Assim, caso você tenha realizado recentemente a troca de residência ou de número de celular, lembre-se de alterar a informação presente no currículo. Novamente a revisão é necessária e pode garantir aquela vaga de emprego tão sonhada.

3.  Não caia na cilada de mentir no currículo

Muitos candidatos optam por enfeitar o currículo apresentado para parecerem ainda mais preparados para a vaga oferecida do que realmente estão. As principais mentiras que são encontradas nesses documentos se referem às experiências passadas, cargos ocupados e até mesmo à formação.

Portanto, não caia na cilada de mentir no seu documento de apresentação e evite erros no currículo. Em caso de contratação de trabalhador cujas informações prestadas sejam comprovadas como falsas, o empregado estará sujeito até mesmo a uma dispensa por justa causa, na qual não recebe a grande maioria das verbas rescisórias comumente pagas.

4.  Especifique seu objetivo profissional

Não se deixe levar pelo desespero em conseguir uma vaga de emprego apresentando candidatura para qualquer cargo em qualquer setor e atividade.

É importante não só que o currículo esclareça quais são os objetivos profissionais do candidato, ou seja, qual o cargo e setor no qual ele pretende trabalhar, quanto na especificidade. Atirar para todos os lados não é bem visto pelos recrutadores.

Assim, caso sua especialização ou experiência sejam da área de tecnologia da informação, de nada adianta demonstrar interesse para vagas de analista financeiro, por exemplo, o que constituiria um grave erro no currículo.

5.  Evite informações irrelevantes

Outra importante orientação relacionada ao currículo é que, diferentemente do que muitos acreditam, seu tamanho não é relevante. Ou seja, de nada adianta apresentar um documento extenso e sem conteúdo.

Nesse sentido, evite erros no currículo referentes à existência de informações relevantes. Lembre-se de sempre esclarecer dados pessoais (endereço, telefone, e-mail, e jamais números de documentos), a experiência profissional e a formação acadêmica.

Quanto à experiência, informe não só o cargo ocupado e a instituição de trabalho anterior, mas também especifique as atividades que eram de sua responsabilidade de forma concisa e direta sem enfeites que não condizem à realidade.

Um bom parâmetro é que um currículo deve ter entre 1 e duas páginas. Tamanho superior demonstra excesso desnecessário.

6.  Pretensão salarial não é regra

Por fim, evite um dos principais erros no currículo que condiz à estipulação prévia de uma pretensão salarial. Embora muitas empresas requeiram essa informação, aquelas que não a exigem podem se sentir acuadas com o apontamento de valores.

Deixem, assim, para falar de valores em uma eventual entrevista na qual o recrutador já possui conhecimento de suas habilidades que valorizam o seu passe. Caso o processo seletivo seja claro em relação à exigência de pretensão salarial, adicione esta temporariamente ao currículo somente para situações pontuais como essa.

Published by